Quem espera, supera

As vezes somos obrigados a carregar no peito uma tristeza única, exclusivamente pessoal, sentida pelos mais diversos motivos e com uma intensidade que somente nós mesmos podemos valorizar.

A gente sente vontade de desistir, de entregar os pontos.
Acredita que a felicidade não foi feita para ser sentida neste mundo e deixa o desanimo nos abater como um soco de direita, lançado de cheio no meio do rosto.

Por vezes a descrença nos diz que a derrota é questão de tempo.
E tudo o que a gente espera é por um sinal qualquer, que parece demorar, para continuar lutando.

O sofrimento parece não ter fim, o paraíso deixa de ser logo ali.
A euforia de tempos atrás se torna somente uma fragmentada lembrança.
Parece que será o fim, de ponta cabeça descendo uma ladeira.

É justo neste momento que a vitória, sem anuncio ou estandarte, se aproxima.
A gente só precisa de forças para lidar com o momento e ter paciência para esperar passar.

Por maior que seja a insensível dor,  o triste momento, o grito e o lamento, nada durará para sempre.
Espere, supere. Tenha forças, tenha fé.