Poemas

Pequenos e rápidos poemas escritos em momentos de devaneios.
Inspirações que vieram do cotidiano, de musas fictícias ou da simples vontade de escrever.
Não sigo regras, apenas escrevo.

Reflexões

Ideias obtidas a partir de reflexões ao ouvir a própria voz.
Não a voz interior, mas a voz audível – a que vem da garganta.
Talvez seja sintoma de loucura conversar sozinho, mas estas conversas ajudam a clariar a mente.

Inspirações

Que a inspiração chegue não depende de mim. A única coisa que posso fazer é garantir que ela me encontre trabalhando.

Escrevendo

O maior desejo de quem escreve é ver seu trabalho reconhecido por um público fiel e numeroso. Até que esse momento chegue é preciso muita força de vontade, paciência, perseverança e, principalmente, aprender a escrever. Escrever corretamente!

Livros

O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive.

Padre Antônio Vieira

O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.

Mario Quintana